Arquivos da categoria: Você Sabia?

3 motivos para continuar pagando o seu seguro de vida quando estiver chegando na 3ª idade

Você chegou à terceira idade com dignidade, casa própria, a mulher da sua vida ao seu lado, filhos formados e devidamente empregados, muitos netos e, quem diria, até um bisneto à caminho.  Depois de ter realizado todos os seus sonhos e feito tantas viagens, com a saúde intacta e um estado permanente de paz e felicidade, pode perder o sentido continuar pagando um seguro de vida. No entanto, pense bem: deixar um seguro de vida para beneficiar aqueles que ficam e a quem você tanto quer bem é certamente uma das maiores provas de amor e desapego que você poderá fazer para dar um sentido muito mais amplo para sua existência.

Caso ainda não tenha se convencido sobre a importância dessa atitude, confira abaixo 3 bons motivos para você continuar pagando religiosamente o seu seguro até o último dia de vida:

  • Custo do funeral: O assunto é delicado, mas a realidade é que ninguém gosta de lidar com contas e financiamentos num momento tão difícil. Um bom seguro de vida prevê uma cota para auxílio-funeral, e, dependendo do plano, arca com todos os custos, deixando sua família em paz nessa hora de dor e desobrigando seus entes queridos a terem que negociar elementos como caixões ou jazigos.
  • Apoio ao cônjuge: Certamente, sua mulher será uma das mais penalizadas com a perda de seu companheiro de jornada, não só em termos sentimentais, como também práticos. Sendo ela a beneficiária direta da quantia do seguro, ela terá uma renda extra para colocar a vida de volta aos eixos, providenciar uma reforma na casa, adquirir medicamentos, ou até fazer uma viagem para espairecer.
  • Quitação de dívidas: Tudo bem, nem sempre é possível, principalmente em tempos de crise econômica aguda, chegar ao fim da sua trajetória sem deixar nenhuma dívida para trás. Se for esse seu caso, um seguro de vida pode representar recursos para que sua família finalmente quite as dívidas herdadas sem terem que ser constrangidos a abrir mão dos próprios bens.

Ninguém está a salvo de imprevistos, e isso inclui você, o patriarca ou matriarca da família. Assim como nos preocupamos em proteger bens como automóveis, iates  e residências, por que não dedicarmos uma pequena parcela da aposentadoria para valorizar a proteção daqueles que nos são mais caros? Por mais que as prestações do seguro de vida possam ser eventualmente salgadas, elas sem dúvida simbolizam uma morte mais tranquila para você, que poderá partir sabendo que se precaveu quanto a problemas financeiros que poderiam aumentar ainda mais o sofrimento de sua família em pleno momento de luto. Costumam dizer que o futuro a Deus pertence, mas o presente é seu e ele está acontecendo agora. Pense nisso na próxima vez em que  for renovar o seu seguro!

E então? Você também concorda com a importância de se pagar um bom seguro de vida até o fim para assim garantir a tranquilidade de toda a sua família e minimizar um momento de dor? Compartilhe sua opinião e deixe seu comentário abaixo!

Newsletter

Seguro de automóvel: quando é considerado perda total?

Ter um seguro de automóvel é uma despesa com a qual poucas pessoas querem arcar, mas que faz uma diferença enorme quando se está em uma situação difícil. Seja com falhas mecânicas ou acidentes mais graves, o seguro automobilístico é ainda a melhor opção para que você não se preocupe com o seu patrimônio, afinal, é a seguradora quem irá resolver o problema. Mesmo assim, sempre surge a dúvida em relação ao que é uma perda total de um veículo. Por conta disso, vamos esclarecer um pouco sobre o assunto no post de hoje. Veja a seguir:

Quando é configurada a perda total

Para todos os efeitos, a perda total só acontece quando os custos de conserto do veículo ultrapassam 75% do valor dele, de acordo com a tabela FIPE. Outros adendos devem ser observados no contrato do seguro, pois são negociados diretamente com a seguradora.

Um exemplo prático

Thiago tem um carro do ano de 2012, cujo valor de acordo com a tabela FIPE é de R$ 23.914,00. Infelizmente, no final de semana, Thiago sofre um acidente e tem que acionar a seguradora, pois o carro ficou em frangalhos.

Passo 1: orçamento

Antes de dizer se o carro deu PT ou não a seguradora pedirá um orçamento do conserto do carro. É de praxe que se consultem ao menos três mecânicas diferentes para comparar os orçamentos, ou então a seguradora envia para uma mecânica parceira.

Passo 2: diagnóstico

A mecânica parceira da seguradora informa que o conserto do carro de Thiago sairá R$ 15.547,00. Fazendo uma regra de três simples:

23.914,00 = 100% do valor do carro

15.547,00 = X

23.914,00 X = 15.547,00 x 100

X = 1.554.700,00 / 23.914,00

X = 65,01%

Ou seja, o carro de Thiago não sofreu perda total e deverá ser consertado.

Tem como mudar isso?

Dificilmente você conseguirá convencer a seguradora do contrário, tendo em vista que ela vai primar por pagar a menor indenização a você. Muitos mecânicos fazem verdadeiros milagres com carros batidos, mas, de qualquer forma, você deverá continuar com o seu carro do jeito que ele ficar.

Mitos e inverdades

Muitos boatos surgem de que uma situação ou outra definem a perda total, como a abertura do air bag, danos ao eixo do carro, entre outras, mas a verdade é que isso não existe. A regra é a que explicamos acima: só tendo um prejuízo acima de 75% do valor da tabela FIPE é que o seu carro será considerado como perda total.

Como funciona a indenização?

Se for constatado que o seu carro sofreu perda total, a seguradora ressarcirá você do valor integral do veículo de acordo com a tabela FIPE. Por mais que o seu carro valha mais, o valor é o informado na tabela.

Pode ocorrer exceções, caso exista no contrato do seguro, alguma cláusula sobre equipamentos que estivessem no carro, como notebooks, leitores de CD e DVD, sistema de som, entre outros.

Ainda ficou com alguma dúvida relacionada à perda total de um veículo? Já verificou o contrato do seu seguro para certificar-se de que não existe nenhuma condição restritiva? Deixe seus comentários!

Newsletter

Quanto vale a sua vida? Formas de cálculo do seguro de vida

Contratar um seguro de vida pode ser desconfortável num primeiro momento, já que assumimos nosso estado passageiro na vida, contudo, deve ser encarado como uma forma de deixar sua família amparada caso você não esteja mais aqui um dia. Ele não é um investimento, mas sim uma segurança, por isso é preciso ter um olhar financeiro sobre este tema e verificar as melhores opções no mercado. Mas quanto vale a sua vida? Qual valor é razoável para um seguro de vida?

Ao contrário dos seguros de imóveis e automóveis, em que você não pode receber um valor acima do valor de mercado, um seguro de vida não tem limite estipulado, portanto, você é quem decide o valor a segurar. Você pode ter um, dois ou mais seguros de vida, em valores diferentes. O que importa é que você consiga pagar o valor mensal direitinho.

Cobertura
Como as opções de seguradoras são muitas, o que vai diferenciar a sua escolha por esta ou aquela é a cobertura, ou seja, as vantagens que a sua família desfrutará se receber o seguro. Auxílio-funeral, auxílio-creche e pagamento de contas por determinado tempo são algumas das vantagens oferecidas pelas corretoras de seguros.

Mensalidade
A mensalidade do seguro de vida é calculada sobre a expectativa de vida do contratante e o valor segurado, portanto, quanto mais velha a pessoa for, mais caro será o seguro. O reajuste das mensalidades ocorre como em planos de saúde, por faixa etária. Assim que você passa de uma faixa etária para outra, o valor da mensalidade sobe. Em contrapartida, o valor do prêmio do seguro é corrigido por índices atrelados à inflação.

Afinal, como calcular o valor do seguro?
Para saber qual o valor do seguro que você deverá contratar, primeiramente você precisa saber quanto a sua família gasta por mês e quantas pessoas contribuem para a renda. Se você é o único provedor financeiro da família, deverá calcular entre 5 e 10 anos do seu salário como valor para o seguro, visando dar tempo suficiente para que sua família se reestabeleça na sua falta. Se existem outras pessoas que contribuem para o orçamento familiar, este cálculo pode ser reduzido e você pode estimar um valor entre 24 e 36 meses do seu salário.

Um exemplo prático
Manoel é chefe de família e possui esposa e dois filhos pequenos, de 2 e 5 anos. Seu salário é de R$ 4.500,00 e sua esposa, Milena, não trabalha fora. Manoel decide fazer um seguro de vida para que sua família fique protegida caso algo de mau lhe aconteça e, portanto, ele realiza algumas simulações de acordo com as nossas orientações:

Salário X 5 anos = R$ 4.500,00 X 60 = R$ 270.000,00

Salário X 10 anos = R$ 4.500,00 X 120 = R$ 540.000,00

Tendo os valores aproximados que gostaria de deixar para sua família, Manoel busca uma corretora de seguros e verifica a melhor opção, analisando, é claro, o valor mensal do seguro, que deverá entrar no seu orçamento como uma despesa a mais. Na impossibilidade de deixar um valor semelhante ao calculado, você pode fazer um seguro de valor mais baixo e, quando tiver melhores possibilidades financeiras, aumentar o valor do prêmio ou fazer outros tipos de investimentos.

O que achou do cálculo do seguro de vida? O seu seguro foi feito desta maneira? Como você chegou ao valor contratado? Compartilhe sua experiência conosco!

Newsletter

8 serviços domiciliares inclusos na contratação do seguro residencial

Seguros residenciais são uma proteção a mais para a família, pois trazem a certeza de que tudo ficará bem, apesar de qualquer imprevisto. Além dos itens básicos de um seguro residencial, como proteção contra furtos e roubos, catástrofes naturais, etc, que outros serviços podem ser inclusos na contratação do seguro residencial? Fique sabendo agora e verifique se o seu seguro residencial tem essa cobertura também.

Chaveiro

A chave quebrou na porta? Perdeu as chaves do cadeado do portão? Isso pode ser facilmente resolvido acionando a seguradora do seu imóvel, pois o serviço de chaveiro deve estar incluído no seu contrato. Sem estresse, você pode esperar o chaveiro chegar na casa do vizinho, em um barzinho próximo, e então entrar em casa como se nada tivesse acontecido.

Contenção de vazamentos

Encanamentos sempre dão problema, e quando a esposa está preocupada com isso, é preciso resolver logo a questão. Com um seguro residencial você pode ter mais esta facilidade, chamar o encanador e ter o seu problema resolvido em pouco tempo, sem precisar ir às pressas na loja de materiais de construção e perder o final de semana fazendo os reparos.

Desentupimento

Estamos num país tropical e a temporada de chuvas costuma deixar muitas pessoas na mão, com canos entupidos. Uma boa solução é verificar se no contrato do seu seguro residencial existe esta opção de serviço. Se tiver, não hesite em ligar.

Eletricista

Instalação elétrica é para quem entende do negócio, concorda? Melhor chamar o eletricista a fazer alguma bobagem e ficar sem luz de uma vez por todas, portanto, acione o seu seguro residencial para ter um profissional especializado para lhe atender neste momento. Rapidez e eficiência sem gastar mais por isso.

Substituição de telhados

Gatos e pássaros de grande porte são mestres em quebrar telhados, assim como os ventos que sopram durante tempestades também. Para não ter que ficar fora de casa até que o tempo melhore, você pode ligar para a sua seguradora e optar por uma cobertura temporária do seu telhado ou pela substituição dele.

Conserto de eletrodomésticos

Existem eletrodomésticos que são essenciais em nossas vidas, como a máquina de lavar roupa e a geladeira. Sem elas não conseguiríamos viver muito tempo. Então se você tiver algum problema com estes equipamentos, chame a sua seguradora residencial.

Instalação de olho mágico

Segurança é tudo hoje em dia, então que tal instalar um olho mágico na sua porta, para ver quem está batendo? Seu seguro residencial pode ajudar nisso, pois com maior segurança, menores as chances de ter problemas de furto ou roubo.

Check up lar

Sua casa precisa de um check up antes de uma reforma? Seu seguro residencial pode providenciar isso, basta você verificar a disponibilidade do serviço no contrato. Em vez de correr atrás de três empresas para orçamento, você tem a segurança de escolher quem vem protegendo a sua família há mais tempo.

As possibilidades de inclusão de serviços domiciliares no seu contrato de seguro residencial dependem de uma negociação prévia com a seguradora, que estipulará as cláusulas de acordo com o que for acordado.Chegando a um ponto de equilíbrio, ambas partes saem ganhando e você conta com a tranquilidade de ter um auxílio toda vez que precisar fazer algum reparo na sua casa. Simples, não?

Newsletter

7 novos seguros que ainda são pouco conhecidos do grande público

Os seguros de automóveis e residências já são bem conhecidos do público em geral, mas será que só existem esses tipos de seguros? Será que é possível personalizar ainda mais os seguros, a fim de atender à crescente demanda das pessoas por personalização e exclusividade?

Se você também ficou curioso, então não deixe de atestar o poder de segmentação das seguradoras com este post, que vai te mostrar 7 novos seguros ainda desconhecidos do grande público, mas que podem ser contratados a qualquer momento.

Sua integridade física pode ser segurada

Intelecto, pernas, joelhos, braços e até bumbum podem ser alvo de seguradoras. Se você acredita que o seu corpo é seu bem mais precioso, por que não segurá-lo? Grandes celebridades, como Cláudia Raia, Ivete Sangalo e Grazi Massafera já possuem apólices de seguro milionárias para garantir que seus corpos estejam bem protegidos contra qualquer imprevisto.

A comemoração dos seus sonhos pode ser garantida

Você realiza um feito inédito e nem tem como comemorá-lo? Deixe disso e faça um seguro para garantir que a comemoração dos seus sonhos se torne realidade. Empresários e praticantes de golfe já abriram este mercado para garantir que quando alguém realizar um feito dificílimo no esporte, a festa esteja preparada para todos os amigos, sem maiores preocupações.

Seu pet a salvo

Se nós, humanos, temos seguro de vida, por que seu animalzinho de estimação não teria? E o melhor é que o seguro de vida para o seu pet vem acompanhado de vantagens, como visitas ao veterinário e transporte especializado caso seja necessário. Todo o conforto pode ser proporcionado aos melhores amigos da sua família.

Casamentos que não deram certo podem ser remediados

Ninguém pode prever a longevidade de um casamento, pois são diversos fatores que influenciam na vida do casal. Para que os cônjuges não saiam completamente desolados de um casamento que não deu certo, muitos optam por fazer um contrato pré-nupcial, onde recebem indenizações – muitas vezes milionárias – por situações constrangedoras, como infidelidade de uma das partes. Azar no amor, sorte garantida nas finanças.

Amigos, amigos, seguros à parte

Você dá aquela festa de arromba e seu melhor amigo passa mal depois de comer aqueles canapés deliciosos, acabando com a amizade. Para que você não perca mais do que a amizade, existem seguros de responsabilidade civil, onde você se garante caso cometa algum dano a terceiros sem querer.

Seus filhos completamente seguros na escola

O ambiente escolar traz uma diversidade cultural bastante grande para as crianças, o que pode implicar em brigas e conflitos. Os seguros educacionais foram criados visando minimizar qualquer tipo de disputa judicial em decorrência de problemas surgidos dentro da escola ou no trajeto para esta, deixando tanto os pais quanto filhos mais tranquilos e protegidos.

Falta de trabalho também pode ser segurada

Se você é uma pessoa precavida, certamente tem uma reserva de dinheiro para situações como uma demissão ou falta de trabalho, no caso de profissionais liberais. Como guardar uma quantia mensalmente pode ser um desafio, que tal contratar um seguro por interrupção de trabalho? Se você é demitido, além de contar com as verbas rescisórias e o seguro-desemprego, pode ganhar um bônus do seguro, ficando mais sossegado para buscar uma nova oportunidade profissional.

É comum vermos pessoas que desconhecem esses tipos de seguros, mas saiba que quase tudo na vida pode ser segurado, basta você procurar uma corretora de seguros séria e levar sua proposta. É importar saber também que não existe um seguro que proporcione 100% de cobertura, por isso, elenque suas principais necessidades e verifique a melhor solução!

Newsletter

Quais as vantagens em adquirir um seguro voltado para as mulheres?

O mercado de seguros está sempre procurando realizar inovações para seus clientes. Há muito tempo, este segmento sabe das várias e contínuas especificidades que a sociedade cria a cada dia. Mas uma é bastante evidente desde o princípio, referente sobre as diferenças entre homens e mulheres e nas necessidades que o segundo grupo precisa ser atendidas.

Pensando nisso, as operadoras de seguro desenvolveram serviços muito especiais, feitos sob medida para atender a demanda, cada vez maior, envolvendo o sexo feminino. O que criou vantagens muito interessantes para todas as mulheres. Confira:

Serviços médicos para a mulher

Os males que podem atingir uma mulher são notórios e discutidos pelo próprio Governo Federal que, ciente dessas carências, investe um valor bem superior em exames femininos do que para os homens.

Infelizmente, ainda é enorme a disparidade entre a realidade da saúde brasileira e o ideal e este é o motivo do seguro voltado para as mulheres, pois oferece exames de rotina para todos os tipos de câncer, por exemplo, além de serviços envolvendo uma segunda opinião médica, para abalizar ou refutar um diagnóstico difícil.

Assistência a residência

Mesmo com o avanço da mulher em profissões antes exclusivas para o homem, ainda é grande a demanda para assuntos domésticos referentes à estrutura da casa. Alguns seguros voltados às mulheres contam com serviços que elas, geralmente, ainda não dominam, tais como reparos hidráulicos, elétricos, telhas, chaveiro, fogão, conserto de eletrodomésticos, desentupimento, babá, berçário, dentre outros.

Em mais uma vantagem do seguro voltado para as mulheres, as operadoras fornecem uma equipe completa para lidar com este tipo de situação a qualquer hora do dia.

Um profissional de cada setor poderá ajudá-la quando a pia entupir, a energia elétrica sofrer uma pane ou mesmo na perda de sua única chave para entrar em casa. A maioria dos serviços conta com indenização para os custos das obras, ou seja, se uma ou mais telhas de sua casa precisar de substituição, o seguro se encarregará de arrumá-la e ainda ressarcir o custo dispendido em material.

Cuidados com sua saúde e beleza

Já está mais do que provado que a saúde estética é tão importante para as mulheres quanto a saúde do corpo. Uma mulher de bem consigo mesma produz mais e é menos vulnerável à doenças como depressão, que ataca muito mais mulheres do que os homens.

Se a estética do corpo faz bem para a mente, um seguro voltado para mulheres não poderia deixar de ter vantagens neste aspecto. O que os fez criar uma série de benefícios que vão desde massagem a tratamentos em SPA.

Outros serviços visando o bem-estar também são oferecidos, como yoga, acupuntura, clínica de emagrecimento, nutricionista, academia e muitos outros.

Outras vantagens do seguro para mulheres

No aspecto assistência, o seguro para mulheres não visa apenas a vida delas dentro de seus lares, mas também do lado de fora, enquanto trabalham e estudam.

Um serviço como troca de pneus quase (ou totalmente, dependendo da operadora) ilimitado, reboque e auxílio em caso de pane mecânica, além de cobertura para furto da cadeira de auto (transporte para crianças) e usada muito mais por mulheres do que por homens e motorista amigo.

Como você pode ver, o seguro voltado para mulheres oferece uma gama infindável de vantagens que podem auxiliar no bom andamento do seu dia, pensando exatamente nas suas necessidades primordiais e não somente no genérico e sem distinção entre homens e mulheres. Gostou desse artigo?

Newsletter

Quais as vantagens e coberturas de um seguro infantil?

Família protegida desfruta muito mais dos momentos felizes, por isso ter um seguro infantil faz toda a diferença na hora de planejar a vida dos pequenos. Mas como funciona o seguro infantil? Qual é a cobertura deste tipo de plano? Ficou interessado? Então saiba mais sobre essa nova modalidade de seguro nas próximas linhas.

Quando o bebê chega, logo começam os planos, como a escola em que ele vai estudar, quais cursos vai fazer, instrumentos que tocará, a faculdade, o intercâmbio, o primeiro carro e por aí afora. É por isso que pais bem organizados têm investido no seguro infantil, uma modalidade de previdência privada que garante a tranquilidade do seu filho ao longo de toda a jornada dele.

É possível poupar uma quantia determinada por mês e ter a segurança de que seu filho estudará na melhor escola, assim como terá auxílio escolar em casa em caso de algum tipo de acidente que o impeça de ir até a escola. Além disso, o seguro infantil cobre despesas médicas e odontológicas, mantendo a saúde do seu filho em dia e deixando a família relaxada para curtir umas férias radicais de vez em quando.

As opções de adesão já são bastante variadas, e basta você procurar um corretor de seguros para verificar quais benefícios você pode inserir no plano, ficando com a garantia de que seu filho terá todas as comodidades possíveis estando segurado por uma modalidade de seguro infantil, desenvolvida especialmente para ele.

Mas afinal, que vantagens um seguro infantil tem?

Primeiramente, a tranquilidade da família em saber que a criança estará amparada ao longo da sua jornada juvenil, tendo acesso aos auxílios médico e odontológico, tratamento especial caso precise ficar afastado da escola e cobertura completa de tratamentos de recuperação em caso de acidentes graves.

Em segundo lugar, a família sabe que terá um investimento rendendo frutos para o futuro, podendo ser utilizado para pagar a faculdade, abrir um negócio próprio ou até mesmo viajar. As opções são diversas, basta a família se planejar e desfrutar dos benefícios do seguro infantil.

Qual é a cobertura deste tipo de seguro?

Existem diversas opções no mercado e cada seguradora trata seus planos de maneira personalizada, contudo, de maneira geral, o seguro infantil cobre um plano de previdência privada para o seu filho, proteção contra acidentes pessoais, tratamentos médico e odontológico, pagamento de seguro por morte ou invalidez, deixando a família amparada em momentos difíceis.

Além destes benefícios, você pode negociar com seu corretor de seguros para que sejam inseridos outros tipos de vantagens, a fim de que a sua família esteja 100% segura e tranquila para gozar a vida com mais energia e sem preocupação. Crianças precisam brincar e aproveitar esse tempo que passa rápido, então nada melhor do que fazer tudo isso com a certeza de que nada sairá errado.

E aí, seus filhos já possuem um seguro infantil? Não? Então que tal entrar em contato conosco e verificar o que temos a oferecer para a sua família?

Newsletter

5 razões para contratar um seguro viagem

O brasileiro nunca viajou tanto! Seja para o Brasil ou para o exterior, de navio ou de avião, pessoas de várias classes econômicas têm procurado pacotes de viagens e passagens para conhecer novos lugares, visitar amigos ou até trabalhar! Apesar desse crescimento com os gastos em turismo, várias pessoas ainda insistem em embarcar nessas aventuras sem contar com um Seguro Viagem. Em muitos casos, essas pessoas também se arrependem de não tê-lo feito!

Vamos analisar alguns imprevistos que podem surgir em qualquer viagem para entender porque vale tanto a pena contar com esse seguro! Não deixe de ler esse artigo antes de embarcar!

Nunca se sabe o dia de amanhã

“O amanhã a Deus pertence”, já dizia o ditado! A verdade é que nada é completamente como a gente planeja! Em uma viagem – ou antes dela – pode acontecer uma infinidade de situações e imprevistos. Você pode ter que cancelar ou adiar a viagem por um problema de força maior, pode perder alguma diária no hotel, ter problemas com a bagagem, como roubo ou dano, entre outros. Analisando todas essas possibilidades, não há motivo em não contratar um seguro viagem!

Assegurar seus pertences é muito importante

As companhias de viagem transportam milhares de bagagens todos os dias e não é raro que alguma delas seja extraviada, danificada ou até mesmo atrasada. Caso aconteça algo com sua mala durante o trajeto, você pode contratar a seguradora e informá-la sobre o ocorrido para receber orientação e tomar as providências necessárias. Garantir seus pertences, caso qualquer situação aconteça, é essencial para ter a uma viajem tranquila!

Saúde sempre em primeiro lugar

Ninguém imagina que pode precisar de assistência médica logo na sua viagem dos sonhos, não é mesmo? Ter um seguro que tenha a cobertura de saúde pode ser necessária em qualquer lugar, mas esse seguro é imprescindível se a viagem for para o exterior, principalmente para os Estados Unidos ou pela Europa, onde os serviços médicos são os mais caros do mundo! Se você fizer uma conta rápida, vai perceber que não há a necessidade de arriscar!

É mais barato do que você imagina

Considerando todos os benefícios que um seguro viagem agrega, você pode imaginar que o seguro viagem é muito caro, mas você pode se surpreender! O preço de seguro viagem varia muito de acordo com as coberturas que são incluídas no pacote. No entanto, com um seguro viagem de preço médio você estará prevenido contra a maioria dos imprevistos que podem acontecer em qualquer lugar. Quanto será que custaria um imprevisto em um lugar desconhecido? Vale muito mais a pena contar com um seguro!

Vale a pena se prevenir!

Uma viagem envolve muitos riscos e acima de tudo, um grande investimento. Você tem horários a cumprir, de ida e de volta, faz o investimento nas reservas no hotel, sem contar as passagens! Dentre todos esses riscos, ter um seguro viagem significa ter a tranquilidade de poder ser ressarcido de todo o investimento que você fez, caso tenha que cancelar a viagem por causa de um imprevisto.

Não importa se você viaja sozinho, em família, por lazer ou a negócios, fazer um seguro viagem é imprescindível para poder aproveitar sua viajem sem ter que se preocupar com bagagem, ou com sua saúde e segurança financeira. Não dê chance para o acaso! Faça um seguro viagem antes de embarcar!

Gostou dessa dica ou tem alguma dúvida? Queremos ouvir sua opinião! Compartilhe suas experiências nos comentários abaixo e continue acompanhando nosso blog!

Newsletter

Por que é uma ótima escolha o plano de previdência privada antes dos 30 anos?

Quando ainda somos jovens, o tempo em que precisaremos desfrutar de uma renda mensal estável para viver confortavelmente, muitas vezes parece distante e irreal. No entanto, abrir mão de uma pequena parte da renda logo no início da carreira pode ser a maior garantia de uma vida muito mais tranquila após a aposentadoria.

Não é raro que as pessoas comecem a investir em um seguro de previdência privada somente após os 30 anos.

Mas elas podem se surpreender quando descobrem as vantagens de iniciar antes disso.

Definindo prioridades

Faça uma rápida pesquisa e comprove: as principais fontes de informação irão te retornar a afirmação de que o melhor momento para começar um plano de previdência privada é agora mesmo. Ou seja, o mais cedo possível!

Até os 30 anos, grande parte das pessoas está de olho em investimentos como educação, casa própria e automóvel. Mas separar uma pequena parcela da renda nessa época não irá comprometer tanto o orçamento e poderá trazer benefícios muito maiores no longo prazo.

Começar mais cedo aumenta as chances de manter o padrão de vida ou até mesmo incrementá-lo durante a aposentadoria, lembrando que o ideal é que a renda esperada possa manter o mesmo nível por pelo menos 30 anos.

Expectativa de vida maior

Você sabia que a tendência é que a expectativa de vida das pessoas aumente cada vez mais em função dos avanços da medicina?

Isso significa que, quanto mais dinheiro você tiver economizado e investido durante a juventude, mais tempo poderá aproveitar sua aposentadoria sem precisar diminuir o padrão de vida.

Aportes reduzidos

Uma das principais vantagens de começar a previdência privada antes dos 30 é que as contribuições mensais são bem menores.

Com isso, ao invés de comprometer uma parcela substancial da sua renda após os 30, você já pode ir abatendo uma parte bem menor um pouco antes. Agir assim favorece a disciplina dos investidores, que não irão sentir desânimo em continuar com a contribuição rigorosamente até a época de resgate do fundo.

Rendimentos aumentados

Outra vantagem é que, com o tempo agindo a favor do investidor, os juros compostos irão fazer grande diferença no rendimento dos valores investidos.

Ou seja, quanto antes você começar, maior retorno terá sobre um mesmo investimento.

Descontos oportunos

Quando sua renda começa a crescer ao longo dos anos, pode ser que você comece a avaliar outras opções de investimento.

Em função disso, quanto antes você começar sua previdência privada, maiores são as chances que a operadora do plano faça ofertas atrativas de taxas para mantê-lo na carteira por mais tempo.

Na prática

Para entender melhor, veja um exemplo prático: caso você queira acumular cerca de R$ 400 mil reais até os 65 anos, será preciso contribuir com cerca de R$ 300 por mês para a previdência privada desde os 30 anos, considerando os rendimentos médios no mercado.

Mas, caso você queira desembolsar esse mesmo valor mensal, começando aos 40, o valor obtido ao final será somente de R$ 200 mil.

E agora? Ficou mais claro as vantagens de começar o seguro de previdência privada? Acesse nosso website e saiba como nossos planos podem te ajudar a planejar melhor seu futuro.

Newsletter

Seguro Saúde x Seguro de Vida: você sabe a diferença?

No Brasil o mercado de seguros privados aumenta exponencialmente. De acordo com a Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi), foi registrado um crescimento de 15% nos últimos anos de todos os tipos de seguros privados. Com tanta oferta, fica difícil do consumidor registrar apropriadamente todas as nuances em relação aos seguros. Uma das dúvidas mais comuns é referente à diferença entre seguro saúde e seguro de vida.

Sem tempo para pesquisar e na pressa de conseguir uma cobertura, o requerente compra o que vê pela frente e acredita estar seguro de todos os problemas quando assina com uma operadora de seguros. Não é bem assim.

É preciso se informar corretamente antes de assinar um contrato. E, para lhe ajudar, vamos explicar neste artigo as diferenças entre seguro saúde e o seguro de vida.

O que é seguro de vida?

Seguro de vida é o resguardo que todos procuram para prevenir financeiramente riscos e imprevistos pessoais e que possam afetar sua família. O vínculo é instaurado por meio de uma apólice feita com uma empresa seguradora. O seguro de vida irá amparar sua família em caso de falecimento ou também poderá receber os benefícios do contrato em caso de invalidez permanente ou doença grave.

Além da cobertura principal e obrigatória (por risco de morte), um contrato de seguro de vida pode contemplar outras garantias complementares, como incapacidade temporária e desemprego.

Seguro saúde

O Sistema Único de Saúde (SUS) é o sistema de saúde público do Governo Federal que, juntamente com outros programas federais, estaduais e municipais, tenta garantir saúde ao povo. Infelizmente, muitas coberturas necessárias não são realizadas ou demoram demais por esses meios, o que leva as pessoas a procurarem alternativas para se garantir em caso de doença ou injúria.

Uma das opções é o seguro saúde, destinado a proteger o segurado e seus dependentes em situações de enfermidades e lesões acordadas em contrato. A seguradora efetua a cobertura por meio de pagamento direto as instalações médicas utilizadas pelo seu cliente ou oferecendo reembolso dentro dos sinistros previstos na cobertura.

Diferença entre seguro saúde e seguro de vida

É muito comum encontrar pessoas que confundam os serviços de seguro saúde e do seguro de vida. Acreditando que ambos oferecem as mesmas coisas. Não é verdade. Cada um deles possuem objetivos bastante distintos.

O seguro de vida tem como finalidade garantir financeiramente a estabilidade dos beneficiários em contrato, durante um determinado período, nos casos de invalidez permanente ou morte.

Enquanto que o seguro saúde evidencia algumas precariedades da saúde pública e fornece os meios para garantir um atendimento adequado ao seu cliente e, ao mesmo tempo, resguardando seu patrimônio de gastos elevados com tratamento médico. Tudo isso graças a uma rede de hospitais contratados ou realizando reembolso ao segurado.

O que pode aproximar os serviços de ambos é a enorme variedade de produtos que esses seguros criaram para atrair e melhorar seus serviços diante do consumidor que cada vez exige mais.

Um exemplo claro disso, é o fato de que o seguro de vida agora oferece cobertura nos tratamentos médicos também em caso de invalidez por tempo determinado e não apenas em casos permanentes. Algo mais comum nos seguros de saúde.

Lembrando que, mesmo sabendo agora a diferença dessas duas modalidades de seguro, o mais correto é consultar um corretor de seguros de sua confiança para lhe indicar qual serviço se adapta melhor às suas necessidades.

Newsletter