Arquivos da categoria: Gazeta Gran Vizir

3 motivos para continuar pagando o seu seguro de vida quando estiver chegando na 3ª idade

Você chegou à terceira idade com dignidade, casa própria, a mulher da sua vida ao seu lado, filhos formados e devidamente empregados, muitos netos e, quem diria, até um bisneto à caminho.  Depois de ter realizado todos os seus sonhos e feito tantas viagens, com a saúde intacta e um estado permanente de paz e felicidade, pode perder o sentido continuar pagando um seguro de vida. No entanto, pense bem: deixar um seguro de vida para beneficiar aqueles que ficam e a quem você tanto quer bem é certamente uma das maiores provas de amor e desapego que você poderá fazer para dar um sentido muito mais amplo para sua existência.

Caso ainda não tenha se convencido sobre a importância dessa atitude, confira abaixo 3 bons motivos para você continuar pagando religiosamente o seu seguro até o último dia de vida:

  • Custo do funeral: O assunto é delicado, mas a realidade é que ninguém gosta de lidar com contas e financiamentos num momento tão difícil. Um bom seguro de vida prevê uma cota para auxílio-funeral, e, dependendo do plano, arca com todos os custos, deixando sua família em paz nessa hora de dor e desobrigando seus entes queridos a terem que negociar elementos como caixões ou jazigos.
  • Apoio ao cônjuge: Certamente, sua mulher será uma das mais penalizadas com a perda de seu companheiro de jornada, não só em termos sentimentais, como também práticos. Sendo ela a beneficiária direta da quantia do seguro, ela terá uma renda extra para colocar a vida de volta aos eixos, providenciar uma reforma na casa, adquirir medicamentos, ou até fazer uma viagem para espairecer.
  • Quitação de dívidas: Tudo bem, nem sempre é possível, principalmente em tempos de crise econômica aguda, chegar ao fim da sua trajetória sem deixar nenhuma dívida para trás. Se for esse seu caso, um seguro de vida pode representar recursos para que sua família finalmente quite as dívidas herdadas sem terem que ser constrangidos a abrir mão dos próprios bens.

Ninguém está a salvo de imprevistos, e isso inclui você, o patriarca ou matriarca da família. Assim como nos preocupamos em proteger bens como automóveis, iates  e residências, por que não dedicarmos uma pequena parcela da aposentadoria para valorizar a proteção daqueles que nos são mais caros? Por mais que as prestações do seguro de vida possam ser eventualmente salgadas, elas sem dúvida simbolizam uma morte mais tranquila para você, que poderá partir sabendo que se precaveu quanto a problemas financeiros que poderiam aumentar ainda mais o sofrimento de sua família em pleno momento de luto. Costumam dizer que o futuro a Deus pertence, mas o presente é seu e ele está acontecendo agora. Pense nisso na próxima vez em que  for renovar o seu seguro!

E então? Você também concorda com a importância de se pagar um bom seguro de vida até o fim para assim garantir a tranquilidade de toda a sua família e minimizar um momento de dor? Compartilhe sua opinião e deixe seu comentário abaixo!

Newsletter

Seguradora x Segurado: entenda a relação

Eventualidades acontecem. E para que você possa lidar com elas da melhor maneira possível é que existem as seguradoras. Seja no ramo de saúde, viagens, automóveis, responsabilidade civil, dentre outros, aqueles que se preocupam em proteger seu patrimônio e sua família, optam por firmar contrato com uma empresa que oferece este tipo de serviço. Se você é um destes, precisa entender como funciona a relação entre seguradora e segurado. E para isso, é só ler nosso post, pois separamos tudo o que você precisa saber! Portanto, confira!

Direitos e deveres do segurado

Quem contrata um seguro tem mais obrigações do que simplesmente pagar as mensalidades sobre os valores firmados com a seguradora. É preciso cumprir com todas as normas preestabelecidas na apólice para garantir seus direitos. Mas você sabe quais são estas obrigações?

Realizar os pagamentos dentro dos prazos, evitar situações de risco, comunicar à seguradora incidentes e mudanças no perfil, ocorrência de sinistro etc., são algumas delas. Mas a mais importante de todas é a sinceridade: seja honesto e responda a todas as perguntas necessárias à avaliação do risco sem mentiras ou omissões.

Agindo assim, tudo o que foi acordado em contrato, em relação às coberturas, é de direito do consumidor e deverá ser cumprido pela seguradora.

Seguradora: a importância de manter um bom relacionamento com o cliente

Possuir canais efetivos de comunicação para esclarecimentos, sugestões e atendimento às necessidades imediatas dos clientes, são ações essências às seguradoras. Ao propiciar o diálogo com os segurados, estas empresas passarão maior credibilidade e compreenderão melhor todas as necessidades e dúvidas daqueles que utilizam seus serviços. De posse destas informações estratégicas, só não ampliará suas atividades e conquistará novos clientes, se não quiser!

Além disso, também é preciso cumprir com todas as obrigações contratuais com cuidado e responsabilidade, pois quando um cliente aciona seus serviços, com certeza ele não está em uma situação confortável. Portanto, tenha zelo em suas ações nestas ocasiões, pois se ele tiver um bom atendimento, com certeza renovará os serviços e o indicará a outras pessoas.

Cuidados para preservar a boa relação

Pequenos cuidados são essenciais para manter uma boa relação entre seguradora e segurado. Dentre elas, podemos citar a importância de preencher totalmente todos os campos e assinar a proposta de contratação. Assim, ambos estarão cientes de suas obrigações e deveres.

Os valores dos prêmios e dos capitais assegurados precisam constar na proposta, assim como a discriminação de cada tipo de cobertura firmada.  Período de carências, riscos excluídos, documentos necessários ao pagamento de indenizações, condições dos serviços, dentre outros, também são imprescindíveis.

E lembre-se: as condições contratuais poderão vir a ser alteradas, desde que haja um comum acordo entre as partes. Caso contrário, dentro do período vigente do contrato, a ação torna-se ilegal.

Independentemente do negócio que esteja sendo firmando, é preciso que ambas as partes estejam cientes de seus direitos e responsabilidades. E a melhor hora para deixar todos à parte disso, é antes de fechar o contrato. Tal ação evitará “dores de cabeça” futuras, e ajudará a estabelecer uma relação saudável, de confiança e respeito mútuos.

E você, ficou com alguma dúvida? Escreva-nos utilizando a caixa de diálogo abaixo. Estamos prontos para esclarecê-las!

Newsletter

Quais as vantagens em adquirir um seguro voltado para as mulheres?

O mercado de seguros está sempre procurando realizar inovações para seus clientes. Há muito tempo, este segmento sabe das várias e contínuas especificidades que a sociedade cria a cada dia. Mas uma é bastante evidente desde o princípio, referente sobre as diferenças entre homens e mulheres e nas necessidades que o segundo grupo precisa ser atendidas.

Pensando nisso, as operadoras de seguro desenvolveram serviços muito especiais, feitos sob medida para atender a demanda, cada vez maior, envolvendo o sexo feminino. O que criou vantagens muito interessantes para todas as mulheres. Confira:

Serviços médicos para a mulher

Os males que podem atingir uma mulher são notórios e discutidos pelo próprio Governo Federal que, ciente dessas carências, investe um valor bem superior em exames femininos do que para os homens.

Infelizmente, ainda é enorme a disparidade entre a realidade da saúde brasileira e o ideal e este é o motivo do seguro voltado para as mulheres, pois oferece exames de rotina para todos os tipos de câncer, por exemplo, além de serviços envolvendo uma segunda opinião médica, para abalizar ou refutar um diagnóstico difícil.

Assistência a residência

Mesmo com o avanço da mulher em profissões antes exclusivas para o homem, ainda é grande a demanda para assuntos domésticos referentes à estrutura da casa. Alguns seguros voltados às mulheres contam com serviços que elas, geralmente, ainda não dominam, tais como reparos hidráulicos, elétricos, telhas, chaveiro, fogão, conserto de eletrodomésticos, desentupimento, babá, berçário, dentre outros.

Em mais uma vantagem do seguro voltado para as mulheres, as operadoras fornecem uma equipe completa para lidar com este tipo de situação a qualquer hora do dia.

Um profissional de cada setor poderá ajudá-la quando a pia entupir, a energia elétrica sofrer uma pane ou mesmo na perda de sua única chave para entrar em casa. A maioria dos serviços conta com indenização para os custos das obras, ou seja, se uma ou mais telhas de sua casa precisar de substituição, o seguro se encarregará de arrumá-la e ainda ressarcir o custo dispendido em material.

Cuidados com sua saúde e beleza

Já está mais do que provado que a saúde estética é tão importante para as mulheres quanto a saúde do corpo. Uma mulher de bem consigo mesma produz mais e é menos vulnerável à doenças como depressão, que ataca muito mais mulheres do que os homens.

Se a estética do corpo faz bem para a mente, um seguro voltado para mulheres não poderia deixar de ter vantagens neste aspecto. O que os fez criar uma série de benefícios que vão desde massagem a tratamentos em SPA.

Outros serviços visando o bem-estar também são oferecidos, como yoga, acupuntura, clínica de emagrecimento, nutricionista, academia e muitos outros.

Outras vantagens do seguro para mulheres

No aspecto assistência, o seguro para mulheres não visa apenas a vida delas dentro de seus lares, mas também do lado de fora, enquanto trabalham e estudam.

Um serviço como troca de pneus quase (ou totalmente, dependendo da operadora) ilimitado, reboque e auxílio em caso de pane mecânica, além de cobertura para furto da cadeira de auto (transporte para crianças) e usada muito mais por mulheres do que por homens e motorista amigo.

Como você pode ver, o seguro voltado para mulheres oferece uma gama infindável de vantagens que podem auxiliar no bom andamento do seu dia, pensando exatamente nas suas necessidades primordiais e não somente no genérico e sem distinção entre homens e mulheres. Gostou desse artigo?

Newsletter

Sou praticante de esporte radical e quero adquirir um seguro de vida. É possível?

Criar barreiras para a prática de esportes radicais não é mais moda. A moda agora é estar protegido contra qualquer tipo de acidente. É isso o que preconiza o artigo 799 da Lei 10.406/2002.

De acordo com o artigo 799, toda e qualquer seguradora tem obrigação de pagar o prêmio do seguro de vida em caso de acidentes ocorridos durante a prática de esportes radicais, mas se você prefere não ter dor de cabeça, o melhor é buscar uma seguradora especializada em seguros de vida para esportistas radicais.

Há alguns anos estas empresas perceberam este nicho de mercado que cresce aproximadamente 20% ao ano, com esportistas que gostam de ir além dos limites e superar obstáculos, mas que não estavam amparados por um seguro que lhes possibilitasse um divertimento com muito mais tranquilidade. Sabiamente, iniciou-se um negócio que visa não só assegurar a tranquilidade do esportista, como também da família, que se preocupa e fica desamparada em momentos de acidentes fatais.

Para aderir a um seguro de vida como este, você deve procurar uma empresa que oferte este tipo de seguro e discutir os termos do contrato, verificando se as cláusulas estão dentro do que você espera. Dentre os muitos requisitos que você pode observar no momento da contratação do seu seguro de vida, poderá encontrar cláusulas que falem sobre a qualidade do seu equipamento, os itens de segurança utilizados e o acompanhamento de uma equipe qualificada para a prática do esporte. Ou seja, a seguradora quer ter a certeza de que você não está agindo irresponsavelmente, pois se assim for não há porquê ela correr o risco de ter você como segurado.

Tendo todos os requisitos necessários, você adere a uma apólice de riscos agravados, que pode ir desde a cobertura de morte e/ou invalidez até cobertura de despesas médicas em caso de acidentes não fatais. Sua família fica mais tranquila e você pratica seu esporte com muito mais responsabilidade e segurança.

Para saber quanto custará a sua apólice de riscos agravados, primeiramente você terá que indicar para a seguradora qual esporte pratica, e em quais condições. A partir daí a seguradora avalia os riscos da sua atividade e estipula tanto o valor mensal a pagar quanto o valor do prêmio em caso de utilização do seguro.

Por que não são todas as empresas que cobrem acidentes por esportes radicais?

Muitas empresas consideram que o risco de morte é muito alto em determinadas atividades, como paraquedismo, montanhismo e semelhantes, por isso, não querem se preocupar com a possibilidade de virem a ter que pagar o prêmio por algo “já previsto”. Contudo, se você já possui um seguro de vida individual, a empresa é obrigada a realizar o pagamento dos valores estipulados tanto em acidentes fatais quanto não fatais, pois é o que determina a lei. Caso não seja possível resolver amigavelmente a questão, é preciso entrar na justiça e solicitar o cumprimento do contrato.

Chegando ao final da nossa conversa, e para esclarecer de vez a sua dúvida, fique tranquilo, pois todo praticante de esportes radicais pode e deve ter um seguro de vida. Basta buscar a empresa certa e ter todos os equipamentos e acessórios em dia para a prática do seu esporte!

Newsletter

Comprei um carrão importado. Qual o melhor seguro pra mim?

Carros importados possuem seguros caros devido à dificuldade em encontrar as peças e, quando encontradas, oferecerem preços bem salgados em comparação às peças dos carros nacionais. Isso eleva os valores às alturas em caso de sinistro. É relativamente fácil encontrar preços de seguros superiores aos R$ 10 e R$ 20 mil reais ao ano. Este fato deve levá-lo a avaliar com cuidado o seguro que terá de fazer para garantir o bom estado e manutenção do seu importado.

Vários aspectos envoltos ao veículo e sua utilidade serão determinantes no momento de definir qual o melhor seguro para o seu carrão importado. Confira nossas dicas para executar esta tarefa.

Carrão importado para passeio ou para o dia a dia?

Muitas pessoas preferem utilizar um carro nacional mais barato durante a semana a fim de preservar seu importado para os passeios de fim de semana. Este é um fator de extrema importância no momento de decidir quais coberturas fará em sua apólice de seguro.

Carros importados dificilmente são roubados no Brasil. Carros populares são muito mais visados, o que deixa o sinistro como quase única opção para o seguro. Quanto menos utilizar seu importado, as chances de roubo, já muito pequenas, tornam-se praticamente inexistentes e dispensáveis na apólice.

Itens adicionais de segurança

Um carrão importado dificilmente vem sem nenhum adicional de fábrica. Se fosse assim, afinal, não seria um carrão. Um, ou mais, desses adicionais podem ser vinculados à segurança do automóvel e ajudar a impedir o roubo do carro ou de peças, tão caras para o seguro quanto o carro em si.

Todo e qualquer recurso do veículo deve ser levado em consideração na hora de escolher a cobertura ideal.

Localidade

Para completar o aspecto referente aos roubos, é importante saber o local, ou os locais, em que o carro estará cotidianamente. Se em sua casa, qual a região? Trata-se de uma cidade com pouca ou muita ação criminosa de furtos de carro? Se a resposta for “com pouca ação criminosa”, a cobertura para roubo pode ser descartada.

Caso utilize seu carrão para ir ao trabalho, além do local, é importante saber se conta com estacionamento próprio ou não. No caso de próprio, há seguro do prédio para os carros estacionados, e, se for privada, qual a distância do trabalho para o estacionamento?

Se houver um estacionamento próprio por parte da empresa e no exato local de trabalho, mais uma vez, a cobertura sobre roubo pode ser descartada, mas se não, é necessário gastar um pouco mais e tê-la.

Seguro para terceiros

Como já dissemos, as peças são os itens que deixam o seguro de carrões importados mais caros e, principalmente para quem frequenta círculos com outros automóveis importados pelas ruas, o melhor seja efetuar um seguro para “terceiros”.

O seguro para terceiros protege o seu veículo e também garante a cobertura do carro de outra pessoa no caso de batida em que você foi o culpado. Sem este tipo de seguro, a batida de dois carrões importados, e suas peças extremamente caras, pode se tornar um grande prejuízo para o seu bolso.

Antiguidade do carro

A lógica de carros antigos populares significa o seguinte: quanto mais antigo, mais barato é o carro. Essa é regra para a maioria dos populares. Não é a regra para importados.

Alguns modelos de Ferrari, Porsche e outros carrões importados feitos há mais de três décadas para trás, tem a seguinte distinção para o mercado de seguros: carrão importado raro e com peças mais raras ainda.

Se estiver disposto a pagar alto pela cobertura das peças de seu carrão importado, a idade dele não será um problema, mas se você gastou todo o seu dinheiro na compra dele e não pode esbanjar no seguro, pense duas vezes antes de comprar um importado antigo.

Essas informações oferecem tudo o que você precisa saber para escolher qual o melhor seguro para seu carrão importado?

Newsletter

Saiba os benefícios em contratar um seguro para o seu celular e outros gadgets

Foi-se o tempo em que o celular era apenas um item complementar para sua vida. Hoje ele é essencial e carrega consigo dados e contatos importantíssimos para sua vida pessoal e profissional. Isso faz com que aquele aparelho básico, com poucas funções, não seja mais suficiente para tudo o que é necessário para estar em constante sintonia com o mundo conectado em que vivemos. Então, você decide comprar um bom smartphone, com diversas possibilidades e opções que tornam sua vida mais confortável e te mantém sempre perto das pessoas que são importantes para você. Em busca de qualidade, você resolve então investir um dinheiro a mais no novo aparelho. Tudo corre bem até que acontece o imprevisto: seu celular é roubado e aquele investimento feito anteriormente se foi completamente.

Por que fazer um seguro para o celular?

A história acima infelizmente é mais comum do que parece, principalmente aqui no Brasil. Uma pesquisa que abrangeu 14 países, feita pela agência finlandesa de seguros F-Secure, indica que 25% dos brasileiros já tiveram este tipo de problema, contra uma média mundial de 11%. O que muita gente não sabe é que estas histórias poderiam ter um final feliz: o celular poderia estar protegido pelo seguro e neste caso o prejuízo seria imediatamente minimizado.

É verdade que hoje o celular é um item de primeira necessidade, e por isso deve ser escolhido com cuidado e de acordo com as opções e desempenho que são esperados. O problema é que muitas pessoas chegam a deixar de adquirir os celulares que realmente desejam simplesmente por medo de que algo ruim aconteça com ele em um futuro próximo. O seguro chega para libertar o consumidor desta preocupação, e mostrar que o risco de prejuízo não existe mais. Há a garantia de que o dinheiro investido estará sempre comprometido com a comodidade e os benefícios que o smartphone traz.

E se houver um acidente?

Não estamos falando apenas de seguro contra roubos. O aparelho pode ser ainda segurado contra danos causados por incêndios, impactos e até por descargas elétricas acidentais. O seguro, portanto, lhe garante que o investimento no smartphone jamais será perdido.

Porém, o seguro não cobre danos causados por mau uso do aparelho ou quedas acidentais, que infelizmente também acontecem muito. Neste caso, certifique-se de fazer downloads somente de aplicativos que sejam 100% confiáveis e confie nos gadgets: itens complementares que lhe ajudarão a proteger o smartphone. Protetores de tela e capas anti-impacto são alguns exemplos de utensílios que garantem uma longevidade maior ao celular.

A melhor maneira de viver livre de preocupações é garantir que os itens mais importantes, como o celular por exemplo, estejam longe de problemas. Mais que isso, é saber que caso algum imprevisto aconteça, você estará preparado e as consequências não serão sentidas de uma maneira tão intensa. Já passou por algum problema relacionado à segurança do seu smartphone? Já pensou em colocar um seguro em seu aparelho celular?

Se você já usa este recurso, sente-se mais confortável com ele diante das diversas situações do dia a dia? Comente e conte-nos sobre suas impressões, ideias e experiências!

Newsletter

4 vantagens do seguro de aluguel

Segundo pesquisa feita pelo Ibope Inteligência, quase 20% dos imóveis ocupados no país são alugados. Este dado, em um universo de mais de 200 milhões de habitantes, representa um número muito alto. Ainda por cima, a tendência é de aumento, mesmo para pessoas que possuem casa própria, porém longe das áreas urbanas e desejam se deslocar para os grandes centros. Para acompanhar esse mercado, alguns dispositivos foram criados para proteger os proprietários de possíveis calotes no recebimento do aluguel.

Desde leis e regras rígidas em contrato, fiador (expediente que ainda lidera, mas decai cada vez mais), caução e contrato em cartório direto com o dono do imóvel e o locatário, e outro que se expande no mercado imobiliário que é o seguro aluguel.

Expande-se, mas ainda resguarda muitas dúvidas sobre seu funcionamento e proveitos. Se você possui um imóvel e planeja alugá-lo e ainda não decidiu qual meio utilizar para fechar negócio, mostraremos neste artigo todas as vantagens do seguro aluguel.

Seguro aluguel, uma alternativa ao fiador

O seguro aluguel foi criado como uma opção para substituir o fiador. Antes, relativamente comum, encontrar um dono de imóvel com escritura tornou-se uma verdadeira aventura para os futuros inquilinos.

Por isso, a opção pelo seguro aluguel, cujo funcionamento se dá pela modificação do fiador em contrato por uma apólice de seguro do qual o locatório é garantido pela Operadora de Seguro, e o locador é o único beneficiário da apólice.

Custo do seguro aluguel

Ao contrário do depósito caução, que necessita normalmente de três aluguéis adiantados, com o valor do condomínio incluso, no caso de apartamentos, o seguro aluguel necessita apenas do valor de 1,2 aluguel anualmente.

Ou seja, os valores são bem díspares e não requer um sacrifício tão grande da parte do inquilino, incentivando o fechamento do negócio. Além da possibilidade de parcelamento do valor, dependendo da operadora escolhida.

Garantia de receber o aluguel atrasado

O seguro aluguel garante ao proprietário o recebimento do aluguel atrasado antes mesmo de uma resolução entre as partes. Ou seja, não há necessidade de esperar um acordo amigável ou uma decisão na justiça para receber o que lhe é de direito.

No caso de inadimplência, a seguradora deve ser avisada imediatamente e, assim que o segundo mês de aluguel vencer sem o pagamento devido, a seguradora irá quitar os vencimentos em até 30 dias e continuar pagando os aluguéis vindouros assegurados em contrato, até que um acordo entre locador e locatário seja efetuado.

Produtos oferecidos pelas seguradoras

Mas não é só de garantia de recebimento dos aluguéis que as vantagens do seguro aluguel terminam.

Outras benesses também podem ser adquiridas em uma apólice de seguro, como a cobertura completa de encargos do imóvel, desde IPTU às despesas de condomínio.

A abrangência da cobertura envolve danos ao imóvel, multa por rescisão contratual e serviços de pintura. O inquilino pode dispor também de vários serviços ofertados. Entre eles, trabalhos emergenciais durante 24 horas, como chaveiro, consertos estruturais e de eletrodomésticos e vários outros que ajudam a manter sua propriedade em perfeito estado.

Com todas essas vantagens, fica difícil ignorar essa ótima possibilidade de fechar negócio fazendo um seguro aluguel, com benefícios e garantias para todas as partes.

Newsletter

5 passos para escolher um bom seguro de vida

As pessoas acordam todos os dias para ir trabalhar e garantir sua estabilidade pessoal e para sua família. Segurança financeira é uma das metas de todos os homens e mulheres no mundo para seus filhos e as pessoas que amam no caso de algum problema mais grave surgir. Uma das formas de obter essa estabilidade é realizando um seguro de vida. Infelizmente, um bom seguro de vida não é um artigo de compra fácil de fazer.

Para tanto, várias informações precisam ser colhidas. Não existe essa de simplesmente contratar o primeiro seguro de vida que aparecer. Pensando nisso, este artigo traz até você relevantes passos na escolha de um bom seguro de vida.

Conhecendo as operadoras de seguro de vida

Ninguém contrata um produto sem conhecer seu fabricante e este é o primeiro passo a ser dado: conhecer as operadoras de seguro de vida e o que cada uma têm a oferecer.

Pesquise seus preços, condições de pagamento, vantagens e ofertas e, principalmente, a idoneidade da empresa. Acesse sites fiscalizatórios, como o da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) – Órgão governamental responsável por todos os assuntos referentes a seguro, inclusive o de vida.

Lá você poderá tirar dúvidas sobre a legislação brasileira e saber mais sobre as operadoras de seguro de vida.

Veja abaixo algumas principais seguradoras em atividade no país:

Porto Seguro;

Sul América;

Mongeral Aegon;

Icatu;

Mapfre;

E MetLife.

Analise suas reais necessidades

Não entre em contato com uma operadora de seguro de saúde para tratar de seguro de vida. Pode até acontecer, mas não é o correto.

É sensato também não acreditar que possui uma apólice de seguro de vida simplesmente porque assinou um contrato da modalidade “coletiva” na empresa em que trabalha. Raramente este tipo de cobertura providencia tudo de que realmente precisa, portanto, você talvez precise de um seguro de vida com mais opções, sim.

Uma análise adequada também o poupará de coberturas que não serão utilizadas.

Conhecer os tipos de cobertura de seguro de vida existentes

Mesmo sendo o mais comum e adquirido pelos consumidores, a cobertura para morte, que pagará os beneficiários com a indenização definida na apólice, também há no mercado outras opções de seguro de vida. Veja:

Morte por acidente, invalidez permanente total ou parcial por acidente (IPA), doenças graves (DG), diárias por internação hospitalar (DIH), diárias de incapacidade temporária (DIT), invalidez laborativa permanente total por doença (ILPD), invalidez permanente por acidente majorada (IPAM) e invalidez funcional permanente total por doença (IFPD).

Veja quais dessas coberturas você realmente precisa antes de contratar seu seguro, e efetue uma compra combinada. Entre as opções mais conhecidas estão prestamista, viagem, habitacional, educacional e dotal.

Mercado de seguros de vida aquecido

O mercado de seguros aquecido representa uma excelente oportunidade para os consumidores. Mais opções à venda significa mais chances de escolha.

Em planos individuais, modalidade mais presente com o mercado em alta, as coberturas são muito maiores do que em apólices coletivas. Mas é sempre bom lembrar que todas as operadoras possuem exclusões ao seguro e detalhes contratuais que precisam de muita atenção.

Verifique os riscos de exclusão do seguro

Na contratação leia com atenção total as normas, localizadas nas condições gerais da operadora sobre exclusão do seguro. Não oculte nenhuma doença da operadora ou condição prévia que pode resultar em caso fatal da seguradora. Isso pode dar motivo ao não cumprimento do contrato.

De posse dessas informações, você está apto a contratar o melhor seguro de vida, de acordo com as suas necessidades.

Newsletter

7 profissões que precisam estar protegidas por um escudo financeiro

A vida é cheia de altos e baixos! Momentos bons e ruins sempre estarão presentes em vários aspectos dela, como nos relacionamentos, na saúde e principalmente na vida profissional e financeira. Apesar do período das vacas magras existir para todos nós, em algumas profissões de maior risco, um momento financeiro ruim pode colocar tudo a perder!

Algumas dessas profissões apresentam riscos devido a periodicidade dos lucros, a falta de segurança financeira ou a necessidade de ter um capital reserva para serem desempenhadas. Nesses casos, proteger a carreira com um escudo financeiro é essencial para ter uma vida mais tranquila e segura. Confira alguns casos de profissões que necessitam estar protegidas por um escudo financeiro e as situações em que são necessárias ativá-lo!

Construtores e Arquitetos

Trabalhar no ramo da construção civil envolve vários riscos e imprevistos financeiros que podem se transformar em verdadeiros desastres! Os problemas podem ser desde pequenos gastos não planejados na obra, até incêndios, danos a vizinhos, acidentes com os trabalhadores e danos pessoais. Nesses casos, ter um seguro da obra pode ser fundamental para conseguir terminá-la e ter lucro.

Motoristas autônomos

Trabalhar com o próprio veículo, seja dirigindo-o ou emprestando-o a outro motorista, é uma atividade que reúne vários riscos. A cada ano, cresce o número de acidentes e roubos de cargas e veículos, falta de segurança que é sentida na pele pelo profissional. Isso sem contar a necessidade de manutenção constante. Nesse caso, contar com um seguro do veículo é mais do que necessário.

Corretores de imóveis

Essa é uma das profissões em que a periodicidade das vendas é mais sentida! É muito comum que um corretor consiga vender um imóvel agora e receba uma boa comissão, mas só feche outra venda daqui a três meses ou mais, o que traz um certo risco financeiro para essa profissão. Nesse meio tempo, é essencial guardar algum dinheiro para se manter e ter um seguro de diárias de indisponibilidade temporária (DIT) para se previnir de acidentes pessoais e doênças que possam afetar a produtividade desse profissional.

Representantes comerciais

Esse profissional não tem todos os direitos de um trabalhador de carteira assinada, como o INSS e FGTS, a não ser que pague do próprio bolso. Além disso, eles têm que arcar com todas as despesas de trabalho, como alimentação e transporte. Como a sua renda depende diretamente das vendas, é necessário manter um dinheiro para suportar períodos ruins do mercado e um plano de previdência para garantir o futuro a longo prazo!

Consultores

A profissão de consultor tem como uma das maiores dificuldade a instabilidade e dependência do mercado. Quem avalia o desenvolvimento do trabalho desse profissional é o cliente, que muda constantemente. Enquanto o consultor gasta muito tempo com viagens a serviço, ele tem que estar sempre a procura do próximo trabalho, o que traz uma certa instabilidade à profissão.

Lojistas iniciantes

Sustentar uma empresa em fase inicial é a principal dificuldade de muitos empreendedores. Se uma loja vai fazer sucesso ou não, depende de vários fatores como a localização, preço e qualidade do produto, entre outras. Estimativas apontam que um negócio recém formado demora pelo menos 3 meses para estabelecer sua clientela e dar lucro, fazendo sempre a necessidade de manter um capital de giro para cobrir os gastos até que o negócio dê certo.

Organizadores de eventos

O sustento desse profissional free lancer depende de fatores como o tamanho do evento, o cliente, o perfil do profissional e, principalmente, pela periodicidade em que acontecem os eventos. Assim, um dos maiores desafios dessa profissão é organizar o dinheiro para não passar nenhum tempo no vermelho!

Alguns eventos que podem apresentar maior risco, principalmente eventos artísticos e esportivos de grande e médio porte, se faz necessário ter um seguro de Responsabilidade Civil para cobrir danos pessoais ou materiais que podem ser causados a outras pessoas durante o evento.

Quais precauções é preciso tomar?

Qualquer trabalho, seja ele montar uma pequena empresa ou construir um prédio, passa pela gestão de riscos. O objetivo dessa etapa da gestão é manter o nível de segurança necessário para o trabalho. Se os riscos estão altos demais, podemos ter que enfrentar problemas maiores do que podemos lidar! Por esse motivo, em qualquer negócio que apresente risco de danos materiais ou corporais, danos a equipamentos ou veículos, é recomendável contratar um seguro que seja eficiente e adequado para suas necessidades, controlando assim os riscos de cada empresa.

Como está a segurança financeira do seu negócio? Vocês está preparado para momentos inesperados de crise? Compartilhe suas dúvidas, receios e sugestões nos comentários abaixo!

Newsletter

5 benefícios que um seguro saúde te garante

Boa parte do nosso suado dinheirinho é usado para investir em lazer, estudo e saúde. Por esse motivo, é importante escolher um bom plano de saúde, que te garanta segurança e cobertura, em todos os momentos de sua vida.

Mas quais são as vantagens reais de se aderir a um plano de saúde? Separamos neste texto as principais razões para você contratar hoje mesmo um seguro de saúde para você e sua família.

Cobertura do imprevisível

A maior vantagem de se contratar um plano de saúde é estar protegido contra o que não estamos esperando. O imprevisível pode ser um simples acidente doméstico, como cortar o dedo e necessitar de pontos ou uma cirurgia de grande porte, decorrente de algum problema de saúde. Com um convênio médico, você tem sempre a garantia de que não está desamparado.

De acordo com o plano contratado, é possível estar totalmente coberto (sem necessitar de gastos extras) ou parcialmente coberto (sendo necessário completar alguns valores financeiros). Os valores e as coberturas variam, especialmente, de acordo com a idade, mas garantem a segurança de poder contar com algum auxílio financeiro na hora do aperto. O seguro de saúde é um valor que vale a pena investir, mesmo que pareça, momentaneamente, um dinheiro gasto em vão.

Facilidade na prevenção de doenças

Quem tem plano de saúde, vai com mais frequência ao médico, pela comodidade e facilidade que ele oferece. Por isso, tende a estar sempre acompanhando o seu estado de saúde. Essa rotina pode auxiliar na prevenção e detecção de doenças, permitindo que os tratamentos sejam mais efetivos e menos radicais.

Cobertura nacional

Um bom plano de saúde te oferece a opção de pagar por uma cobertura em âmbito nacional, ou seja: onde quer que você esteja no país, pode usar seu convênio para ser atendido em um hospital onde ele é aceito. Geralmente essa cobertura funciona somente para emergências, o que já é de grande auxílio e garante segurança para quem viaja com frequência para outras cidades.

Descontos em tratamentos e remédios

Muitos planos de saúde, além de oferecerem cobertura médica em consultórios e hospitais, fornecem outros benefícios para seus clientes. Alguns planos garantem desconto em compra de remédios com prescrição médica (em alguns casos, o valor é todo coberto pelo convênio) e em tratamentos com outros especialistas (como fisioterapeutas, psicólogos e até nutricionistas). Quando for escolher contratar um plano, é importante verificar se ele oferece alguma dessas vantagens.

Benefício fiscal

Um dos maiores benefícios de se contratar um plano de saúde age diretamente no seu bolso: dedução no imposto de renda. O valor investido por você para garantir segurança e saúde através de um convênio médico pode – e deve – ser declarado no seu imposto de renda, podendo alterar significativamente o valor a pagar ou receber de reembolso da Receita Federal. Se você já tem um plano de saúde, não se esqueça de, anualmente, acrescentá-lo à sua declaração do imposto de renda!

Viu como ter um plano de saúde pode ser mais interessante do que parece? É importante ressaltar que as vantagens citadas neste texto variam de acordo com o tipo de convênio contratado e com algumas outras variáveis como idade, histórico familiar de doenças e hábitos de vida. Estude bem suas opções e contrate o plano que se encaixe melhor às suas necessidades.

Está lembrando de outro benefício que um bom plano de saúde pode oferecer? Deixe seu comentário com sugestões ou dúvidas abaixo!

Newsletter